segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Milu

Foto tirada na loja que tínhamos até um mês atrás. Minha pequena buscava a mamãe no trabalho.


Algumas das pessoas que seguem meu blog sabem da minha paixão pelos animais e mais ainda, pelo meu amor avassalador pela minha cachorrinha, minha filhinha peluda que tanto me faz bem.


Desde pequena sempre gostei de cães e gatos, são tantas histórias e todos eram vira-latas adotados e imensamente amados. Apesar de tudo, sempre fui apaixonada por cocker spaniel inglês com suas lindas orelhonas e seu olhar cativante de pidão e carente.


Me casei em 2005 e fui morar em apartamento e lá nem sentia falta desses peludos, brincava com os bichinhos da família, mas a partir do momento que fui morar em casa comecei a sentir falta de algo que nem eu mesma sabia dizer, ainda mais que eu ficava o dia todo em casa.


Numa tarde em que eu não tinha nada pra fazer peguei o catálogo telefônico e comecei a folhear, na parte de clínicas e pet shops foi aquele clic, peguei o telefone e fui ligando nos pets procurando por um cocker. Já quase 18hs achei um pet que tinha um casal de cockers a venda, a pé, quase correndo e arrastando minha filha atravessamos um bairro inteiro pra chegar lá antes de fechar. Gente, que paixão é aquela? Lá no pet tinha vários cercadinhos limpinhos com várias raças de cães quase todos já dormindo, disse quase porque os dois cockers eram os únicos saltitantes, brincando. Dois lindos filhotes, o macho dourado e a fêmea pretinha. Sempre vi cockers caramelos e aquela linda pretinha me encantou e pra completar a moça pegou a pequena peluda e entregou no meu colo. Que coisinha mais linda e apaixonante! Na época passava a novela Cobras e Lagartos e me divertia com a Milu, papel de Marília Pêra e a quem sou fã e logo chamei a cachorrinha de Milu.


Vim embora, não estava trabalhando, não tinha cartão de crédito e pensava tanto naquela bebê. Deixei o marido quase doido quando cheguei em casa, ele que não queria de jeito nenhum um cachorro em casa porque dá trabalho, tem que limpar quintal que fica fedido e sujo, tem que dar vacinas, levar em veterinário entre outras coisas, era tudo contra, quase chorei. Marido pegou o telefone e ligou no pet que naquela hora já estava fechado.


No outro dia, liguei pra minha mãe pra contar, falei com meu irmão que veio almoçar na minha casa e fiquei esperando que meu marido me trouxesse a cachorrinha na hora do almoço. Quando ele chegou sem ela fiquei triste, perguntei pela minha Milu, meu irmão falou "Compra logo essa cachorra pra sua esposa!" e lá foi marido levar minha filha pra escola.


Passado quase uma hora chega marido de biz com uma coisinha pequena, preta e peluda no colo totalmente assustada, um pacote de ração de 10kg, cartão de vacina e contrato de compra e venda da bichinha. Meu coração encheu-se de felicidade e amor, agora tinha um sonho realizado, uma cocker. Desde então a Milu faz parte da família, conquistou o "papai", cresceu linda! Ainda penso no irmãozinho dela, espero que ele esteja bem.


Oh pessoal! Sou super a favor da adoção de cães e gatos, mas cocker é uma paixão e aqui em casa não posso ter mais.


Pois é, essa é a história resumida da minha caçulinha rsrs e olha ela aí fazendo pose na frente da árvore de Natal, é tão preta que dificilmente dá pra ver os olhinhos e sua feição nas fotos.





A Milu foi pro salão de beleza no final de semana deixar as madeixas lindas pra esperar pelo Papai Noel.



Converso o tempo todo com a Miluzinha, chamo-a de" Amor Amor, Anjo Anjo". Minha anjinha de quatro patas.




Milu em versão bichinho de pelúcia. Minha fofys!
E vocês, tem alguma história de amor com animais? O que seus bichinhos representam na vida de vocês e da família? Adoraria saber e desejo que pra quem gosta de animais seja abençoado com o amor de um ou mais peludos em sua vida.

12 comentários:

Susi disse...

Ai Carol, temos algo em comum, o amor pelos peludos. Aqui em casa o meu cao em primeiro lugar,depois vem o resto. Sua Milu é também uma fofura e que carinha dengosa tem., sabe que o Paco (meu cao)tem uma foto na mesma pose que essa da Milu, alias ele nao pode ver uma maquina que ja senta e fica esperando o flash.
bjs

Nosso Futuro Lar disse...

Carol! Eu amoooo cocker também1 O meu era caramelo: o Bolão! Eu amava tanto ele, que depois não consegui mais ter outro bichinho. A sua é linda! Bjinhos

Luciana Casado disse...

Ai Carol, a sua Milu é muito linda e fofa!!!
Eu amo demais cachorros, mas não posso ter no apertamento, até porque ninguém fica em casa durante o dia. Mas a minha labradora fica na casa da mãe, mas ela nos escolheu, foi bem legal a história dela, ela um dia apareceu no nosso portão, alguns meses depois do meu primeiro cachorro morrer de velhice. Quando vimos aquela bolinha de pelos preta não tivemos duvida, ela tem que ter um dono, saímos pelo bairro perguntando se alguém não tinha perdido um cachorrinho e nada. Daí acabamos ficando com aquela sapeca, cujo nome é Preta, e enche a vida dos meus pais de travessuras! hehehehe
Bjus, Lu

Amanda disse...

Sou suspeita em vir aqui contar meu amor por estas coisas peludas e orelhas compridas! hehehe... mas estou aqui com os olhos cheio de lágrimas... só quem tem um cachorrinho em casa sabe a importancia do amor incondicional né?
Milu é linda de viver!!! Muito peluda mesmo!! rs
Bjs minha amiga Carol... adoro vc!

Viviane disse...

Nossa que linda a Milu e muito fofa! Adorei saber a história dela, eu também sou como você apaixonada por cachorro e gato. Eu morava em Minas e lá tínhamos 2 cachorros, uma mistura de pastor e rotweiller, apesar dessa mistura eram dóceis e muito companheiros. A minha tristeza é que tive que me mudar para o Rio Grande do Sul e não tive como trazê-los, ficaram com meus pais, mas sinto muito a falta deles.
Beijos!!!

c r i s disse...

Ai que fofura a Milu! Em casa temos a Cléo que é uma tchuca!! Dengosa que só, fica esperando eu ir bordar no sofá prá sentar do meu lado com a cabecinha no meu colo! Adoooro! Ela e meu filho vivem disputando a atenção, ela pensa que tem a idade dele! É uma salsichinha, Basset dachshund, uma fofura!! Minha filha vive com a Cléo prá cima e prá baixo, brincando de casinha... os olhinhos dela brilham quando meu marido chega! É um anjo!
Bjo Carol!

Rejane Lemozs disse...

Oi Carol!!!!
Que fofa a Milu!!!!Linda, linda!!!!
Meu sonho é ter um lugar pra poder colocar todos os cães que eu tenho vontade de pegar na rua...e fazer tipo um santuário de animais.
Ainda quero adotar uns vira-latas, ter um golden retriver e um bulldog inglês. Que turma boa, né!!!

Beijos

Adorei conheçer a Milu

Brilhos&Vidrilhos disse...

Oi Carol querida!!!

Espero que esteja bem e obrigada por ter dado pela minha falta.
A Milu é cut demais!!!! Aqui em casa temos o Nuno de 3 anos e a Mel que faz 10 meses hoje, e realmente a alegria que eles nos dão é única. São 2 pinscheres... a Mel tem 20 cm de altura...uma fofa.
Amei conhecer a Milu!!!
Beijokas
Arlene

Patricia Mascarenhas disse...

Sua Milu e' muito fofa!
Achei tao linda a historia de voces, que fiquei ate emocionada!

Beijinhos e tudo de bom para a sua familia!

Ruby Fernandes disse...

Oie amiga! fiquei emocionada com seu post! A Milu é uma fofa e se todos amassem e respeitassem os animais como você e eu, não veríamos tantos bichinhos abandonados né?
Muitas bjokas para vocês duas :)

Magridt Londrina/Brazil disse...

bonitonas as duas!!!!

tbém amo doguinhos, já tive minha fase com eles, fui mãe de 2 lhasa apso lindos e peludos, infelismente eles se foram, mas aí vieram os meus babys. quem sabe daqui uns anos compro um cachorrinho p os meninos.

bjinho

inspirações da Jô disse...

Carolzinha,
Amei saber sobre sua história de amor com sua fofucha!!!!!A Milu é sem dúvida, lindona, e dá pra ver na carinha dela o quanto é amada e querida, e isso é tudo que um bichinho precisa!!!!!!!!!
Eu adoro animais também, mas infelizmente o espaço para ter um animal de estimação é inexistente, meu neto até pede, mas quando for para uma casa maior, com certeza terei!!!!!
Beijos!!!!!!!!!!