segunda-feira, 28 de setembro de 2009

O antes e o depois das mesinhas de cabeceira

Quando eu tinha 8 anos de idade, lembro-me que na casa do meu pai haviam dois criados mudos, nos quais eu era apaixonada. Cresci sem ter os meus, só via outros mais lindos ainda na casa das tias que aos meus olhos de menina, eram ricas, poderosas. Eu desejava muito ter um quarto só pra mim com um "criadinho".
A menina cresceu, virou mulher, casou e o sonho (modesto sonho aos olhos de tantos) ainda não havia se realizado, todas as mesinhas que via e eu gostava eram muito caras e as prioridades sempre foram outras.
Vendo revistas de decoração e depois blogs de decoração descobri várias maneiras de se ter uma mesinha de cabeceira (os criadinhos), primeiro vieram os baús de palha um por cima do outro até que um dia sem mais nem menos entrei numa loja de móveis usados e achei uns que me agradaram. Lembrei-me das transformações antes e depois de vários lugares (revistas e blogs) e pensei "por que não?". Comprei os dois por R$90,00, confesso, pechinchei horrores, consegui desconto de R$20,00 e trouxe-os pra casa. E agora? Ai meu Deus! Que peleja! Lixei e fui procurar a tal tinta esmalte pra madeira, não encontrei tinta fosca, comprei a acetinada e fui lá tentar fazer arte com pincel e rolinho.
Gente, o que é isso? Tinta escorreu, Milu, minha cachorrinha, passou correndo atrás da bolinha e esbarrou nas mesinhas que tinham acabado de receber uma demão de tinta, resultado: tinta na Milu e Milu na tinta. Tirar os pêlos da mesinha e depois tirar tinta dos pêlos, ai, ai, ai! Tive que usar tesoura pra dar uma tosada rsrs. Mas enfim, depois de vários dias tentando corrigir os defeitinhos básicos de uma aventureira de primeira viagem, eis que ficaram prontas. Apesar de não terem ficado perfeitas, dessas de profissional, gostei do resultado, troquei os puxadores de uma com a outra, uma mesinha ficou no meu quarto e a outra no quarto da minha filha, o lado do marido não ganhou mesinha porque simplesmente não cabe nada lá.

Nessa primeira foto, já havia tirado a gaveta e começado a lixar por cima, a situação dela era mais crítica.

Essa é a outra mesinha de canto, são muito parecidas.

A mesinha já toda branquinha que ficou no quarto da minha filha, troquei os puxadores de uma mesinha com a outra.

A outra mesinha do meu quarto.


As duas juntinhas e prontas.

Estou muito feliz com as mesinhas prontas (como é fácil me deixar feliz!) e já estou pensando na mesa de canto da sala. É, eu AINDA não tenho, mas logo terei, mesa de canto na sala, uso um baú baixinho de um aparelho de jantar que ganhei de casamento pra colocar o telefone e a arvorezinha de pedra.

Aproveitando a saga da reciclagem, venho contar que ganhei da amiga Lúcia do blog http://calmaqueestoucompressa.blogspot.com/ , aquela que é "reciclóloga", ecologicamente correta, um selinho. Vi que ganhar selinhos é um tipo de homenagem, tipo dizer que gosta do blog de alguém ou gosta da pessoa, e como o primeiro selinho a gente nunca esquece, vou lembrar sempre com muito carinho. Sinceramente, não esperava ganhar pelo menos por enquanto, achei esse gesto carinhoso e claro, quero agradecê-la aqui.

Lú, obrigada de coração! Amei!

Agora estou com um probleminha, não sei qual é o meu selinho, como pegá-lo, como postá-lo, se tem que escrever algo, essas coisas, sou "barriga verde". Me ajuda, Lú!

No mais, termino esse post feliz também por ter aumentado minhas seguidoras, só por verem e gostarem do que viram por aqui. Um beijo pra todas vocês! Obrigada pelos comentários do post anterior! Saber as opiniões de outras pessoas sobre assuntos diversos ampliam minhas idéias e horizontes, me ajudam muito como pessoa.


sábado, 26 de setembro de 2009

O valor de uma amizade

Já pararam pra pensar no valor de uma amizade?
Se perceberem, amigos vem e vão e os que se vão não necessariamente deixaram de ser importantes, pois o devem ter sido em alguma época e talvez os caminhos tiveram rumos diferentes.
As amizades que não foram pra frente por alguma desavença valem como experiência de vida, crescimento pessoal.
Nesse mundo tão tecnológico e agitado, onde as pessoas estão freneticamente sintonizadas nos seus afazeres, pouco tempo lhes sobra para pensar na amizade (às vezes nem dão atenção nem à família), fora que muitas amizades estão superficiais, ouço muitas vezes frases como "Não tenho amigos, tenho colegas". Não discordo que as relações estão se diluindo e amizade verdadeira está difícil, mas... apesar de todas atribulações, ainda acredito que existem amigos, desses que se apóiam nas horas boas e ruins, nos puxões de orelha quando um precisa, nos conselhos, nas piadas, nas horas tipo papo-cabeça e isso inclui até mesmo algumas amizades virtuais.

Há quase três anos atrás, pesquisando algumas coisas na internet, mais necessariamente nas comunidades do orkut, conheci a Angel, uma mulher forte que se desdobra em mil, mãe, esposa, batalhadora, de personalidade forte e decidida e que ao longo do tempo fomos ficando amigas. Ainda não nos conhecemos pessoalmente (Vamos nos conhecer, né querida?) mas já papeamos tanto que parecemos comadres, trocando informações e dicas de casa, filhas, de mais uma infinidade de assuntos.
Pra verem como a Angel já me conhece bem, como se nos conhecêssemos pessoalmente, no mês passado ela me mandou de presente coisinhas que amo, uma bonequinha Mensageira com moedinha chinesa e um sachê perfumado. Fiquei boquiaberta, como conhece meus gostos tão bem? E muitas pessoas que estão comigo sempre dizem que é difícil me presentear, pois essa minha amiga do interior de SP acertou em gênero, número e grau. Adorei!!
E que essa amizade seja do tipo irmã que a gente escolhe, onde se pode contar uma com a outra de coração. Espero também que eu reencontre e tenha mais contato com meus poucos amigos que moram aqui bem pertinho de mim, que possamos celebrar o verdadeiro valor de uma amizade.

E você, tem amigos de verdade?

Esses foram meus presentes lindos que recebi da minha amiga Angel. Lindos!!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

É primavera!


Imagens da internet


E a primavera chegou, com chuva, tempo nublado... É, estávamos mesmo precisand0 de uma chuvinha pra acabar com a poeira.
Para meus seguidores, deixo gérberas que são minhas preferidas e uma imagem linda de passarinhos que tirei da net.
Uma primavera colorida, florida e perfumada pra todos!

domingo, 20 de setembro de 2009

Calma, que estou com pressa!!!


Passeando pelos blogs da vida, descobri o http://calmaqueestoucompressa.blogspot.com/ da Lúcia e enquanto não o vi até o final, não desliguei. Gente, e aquelas rosinhas feitas a partir de latinhas de refrigerante? Adorei!! Ficaram lindas! Um arranjo com várias delas dá um up no ambiente.
Lu, parabéns pelo seu lindo trabalho! Você é um exemplo a ser seguido, o que o planeta precisa é de sustentabilidade, reaproveitar tudo o que for possível, transformar, preservar pra um mundo melhor e mais bonito.
Pedi permissão pra Lúcia pra postar as fotinhas das rosinhas e aí estão, pra começar bem a semana...




Eu ainda não tenho, aliás, não tinha, mesinha de cabeceira, nessa semana comprei duas numa loja de móveis usados e estou repaginando-as, a exemplo da Lúcia e de outras blogueiras de plantão, reaproveitando, fazendo minha parte. Assim que tiver tudo prontinho venho mostrar o resultado final de uma arteira de primeira viagem.
Tenham uma ótima semana!



quarta-feira, 16 de setembro de 2009

E continuando o assunto...


O Baguá no Feng Shui funciona como bússola para orientar a identificar a localização das áreas (ou setores) num determinado local. Para isso, é necessário colocá-lo sobre a planta baixa, da casa, por exemplo, pois pode-se aplicá-lo a qualquer lugar, inclusive na mesa de trabalho, alinhando a base do diagrama, onde se localiza a área do Trabalho à porta de entrada. Partindo desse referencial, fica fácil identificar a localização de todas as áreas nos cômodos e assim, harmonizá-la de acordo com cores, formas, materiais de cada setor aliado, claro, às preferências de cada pessoa. Importante salientar que quando proposta e em execução, as transformações no ambiente devem sempre agradar ao dono da residência e não ao profissional, o papel do último é orientar e buscar alternativas para cada caso, por isso, a importância do trabalho em conjunto.

Tanta falta faz uma revista que pra mim foi mais que inspiradora no assunto Feng Shui, Bom Astral. Também as antigas publicações da Bons Fluídos focava bastante o assunto, gosto dela, hoje os assuntos se diversificaram, porém prefiro as antigas, ficava doida pra ver, ler a próxima edição. Mas pra alegria geral, ainda existem revistas direcionadas a esse assunto que pra mim é mais do que uma filosofia e arte, é um modo de viver bem consigo mesmo e com o mundo a nossa volta.

Um outro ponto importante, para harmonizar a casa, partindo do Feng Shui, não é obrigatório o uso do baguá. Na Escola da Forma, a mais antiga vertente, utiliza-se cinco animais considerados sagrados para orientar a ambientação. São eles: a Tartaruga, a Fênix, o Tigre, o Dragão e a Serpente. A função de cada animal é simbólica, representando a trajetória humana e a dinâmica da natureza. Precisamos para viver bem e em sintonia consigo mesmo da solidez da Tartaruga, das asas prósperas da Fênix (que também é conhecida por renascer das cinzas, no caso, o renascer depois de uma etapa difícil na vida), da ousadia do Tigre, do sucesso que proporciona o Dragão e do equilíbrio da Serpente.
Eu, completamente apaixonada por tudo, tenho alguns dos animais sagrados em casa e ainda utilizo o baguá. E como na "casa de ferreiro, espeto é de pau", ainda falta muita coisa pra harmonizar, colocar como eu quero, com meu jeito, minha cara.

Bom, é isso, mais um pouco sobre o fascinante Feng Shui.
Espero que tenham gostado.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Harmonizando...


Ontem mostrei com fotos de celular tiradas à noite (aff...) um pouco da minha sala.

Hoje minha filha tirou uma foto do baguá pendurado no batente da porta principal da minha casa e vim mostrar aqui. Ganhei um grande, bem bonito de presente de casamento do meu amigo João, mas antes mesmo de colocá-lo fui roubada (acho que roubar um baguá não traz boas energias, mas deixa isso pra lá, desapego Carol! Desapego!). Depois comprei esse pequeno, gostei dele "de cara" e isso já é bom feng shui.
No Feng Shui, o espelho do lado de fora, no batente da porta principal, barra as energias nocivas e quando do lado de dentro, no hall, não deve ficar em linha reta com a porta, pois toda energia “bate e volta”. A cura é redirecionar o espelho para outra parede ou de maneira que não reflita o lado exterior da casa.
Ah! Pra quem ainda não conhece, um pouco sobre o Feng Shui...
Feng Shui é a prática milenar oriental de harmonização de ambientes, ensina a expandir as boas energias de um local através da correta utilização de cores, formas e texturas. O objetivo é a integração do homem com a natureza. Nasceu na China, há milhares de anos, no intuito de permitir o reequilíbrio interior e a harmonização com o ambiente e promovendo a circulação das vibrações positivas, no entanto, é necessário primeiramente desejar essas mudanças.
O Feng Shui é dividido em diferentes escolas, sendo as mais conhecidas a Escola da Forma e a do Chapéu Negro, essa última, mais difundida no ocidente, que emprega como principal ferramenta o Baguá.
Baguá é um diagrama de oito lados, mais a parte central, que traz em cada setor ou área, como são chamados, os principais aspectos da vida humana: o trabalho, a espiritualidade, a família, o desejo da prosperidade, o de se obter sucesso, o amor (relacionamentos), a criatividade, a relação com os amigos e a saúde. Cada setor representa um elemento, fogo, terra, metal, água e madeira, além das formas, cores e objetos simbólicos.
Pra conhecimento de todos, NÃO SOU CONSULTORA DE FENG SHUI, mas de tanto ler e estudar, aprendi como utilizar alguns dos aspectos de tal arte na minha casa. Existem ótimos e renomados consultores, porém, ao contratar um profissional é necessário boas referências, tenho visto erros primários divulgados que são seguidos ao pé da letra para os menos avisados e isso é uma pena. Pra quem quiser aprofundar sobre o assunto, procurem por livros especializados e de preferência de autores chineses.
Está aí a dica, aos poucos vou postando algumas das minhas anotações.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Minha sala



Jardim Zen. Detalhe, tartaruga, no Feng Shui, estabilidade e vida longa.



Hoje vou mostrar um pouco da minha casa, sou péssima fotógrafa, não consegui tirar foto da porta inteira durante o dia e agora a pouco, minha tentativa falhou novamente, a foto ficou escura, depois tiro dela durante o dia, ta? Vamos lá...







Minhas corujinhas, meu caldeirãozinho com cristal.


Castiçal ganhado da mamãe, suculenta com cristais e duende ganhado de representante na época que trabalhei em loja esotérica.


Castiçal com vela, florzinha ganhada de uma amiga e meus passarinhos




Velas em formato de rosas, deus Ganesha e mandala.




Ganesha, meu deus hindu preferido, de pertinho.




Fonte ganhada da mamãe, tem bichinhos e um gnomo tomando banho.




Rosas feitas a partir de folhas secas, feitas por uma artesã da cidade.




O vaso normalmente fica na mesa de jantar, mas hoje estava aí porque na mesa havia gérberas frescas e vivas. No meio potinho com várias pedras.




Quadros deusas.




Quadro lindo de um artista de São Carlos SP, não deu pra ler o nome dele pra eu postar aqui.




Não tenho cortinas nas janelas, ainda mais que aqui é bem escuro, aí trio de borboletas ganhadas da tia Márcia.




Mesa de centro.




Detalhe acima da janela, Fênix, aqui harmonizado de acordo com o Feng Shui, Escola da Forma.




Falta uma mesa de canto e arrumar os fios, precisa harmonizar aí também.




Baguá, tirei no escuro, a foto ficou ruim.




Amo animais! Aqui um cocker dando boas vindas a quem chega e uma gérbera na garrafa.




Do outro lado da porta, mais cachorrinhos, trio mãe e filhotes e bibelô de abelhinha e vela em formato borboleta.





De pertinho, a família.




Essa máscara comprei de uma artesã em uma exposição no shopping. Adorei!






Detalhe, meia porta, depois tiro da porta inteira durante o dia.



Fotos tiradas de celular, as próximas pego emprestada a máquina da minha filha.

Ah! Dá pra ver ao fundo um corredor largo, estamos reformando-o já que apareceu uma infiltração na parede e pretendo transformá-lo num pequeno escritório para estudos, trabalhos da faculdade e navegação na internet. Vou procurar um biombo pra separar essa área da sala de estar.

Alguma sugestão?

Uma semana colorida

As flores refletem a magia
da natureza,
da energia do sol,
e das cores que embelezam a vida
nos seus mínimos detalhes...

Imagem da internet

Comecei o blog toda animada, mas já na primeira semana fico sem net em casa. Espero que nessa semana isso já se resolva...




Na sexta-feira, passei na floricultura e comprei gérberas pra minha casa. Ah! Como eu gosto de gérberas! Uma pena que não posso fazer isso sempre, as flores aqui na cidade são caras.




E como a primavera está quase dando o ar da graça, já começo a semana desejando muitas flores coloridas e perfumadas pra todos.






Em breve, postarei fotos das minhas gérberas, singelas, no vidro multi uso, ora vaso, ora jarra de suco ou vinho e assim por diante...

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Porque eu acho lindo cintura marcada...




Sim, eu acho lindo uma cintura fina e lindos também são os corsets da Madame Shér. Vale a pena conferir e quem sabe, até encomendar o seu.




domingo, 6 de setembro de 2009

A primeira vaquinha da minha cozinha


Bom... sou uma pisciana que adora misticismo, isso me levou a trabalhar por vários anos em loja esotérica, aliás, acho que a família inteira gosta demais, a loja em questão era da minha mãe. Lá eu conheci o Feng Shui, comecei a estudar, a ler muito sobre o assunto, e tinha nas revistas de decoração através dessa arte milenar chinesa de harmonização de ambientes um melhor referencial e maior noção de teoria e prática. A extinta revista Bom Astral ajudou muito, depois vieram livros de autores chineses que ampliaram meu horizonte no assunto.

Passaram-se os anos, planos para casamento, casamento e idéias para deixar minha casa com minha cara usando o Feng Shui.

Apesar de ter aplicado o baguá na planta da casa para harmonizá-la, o primeiro ambiente a ser pensado foi a cozinha, que simboliza fartura e prosperidade, gosto de receber e cozinhar para minha família e amigos. Passei parte das minhas férias escolares nos tempos de adolescência no sítio com minha avó, ficava horas cuidando das vacas, a comidinha no fogão a lenha era deliciosa, tudo era muito bom e, para relembrar, mesmo que bem diferente da realidade, escolhi o tema vaquinhas para a cozinha e que esse seja também uma homenagem a minha querida e já falecida Vovó Adelídia que adorava sua "criação".

A foto lá em cima é a primeira vaquinha da minha cozinha, ganhei em 2005 da mamãe.
Aos poucos vou contando mais sobre mim, ainda tenho que aprender a lidar com esse negócio de blog, queria colocar a foto aqui embaixo e aff... não consegui, foi parar lá em cima. Um dia eu acerto rsrs.
Ah! O nome Madame Morgana para o blog mostra também a paixão pelo mundo místico, a minha filha conhece bem a mãe que tem.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

E tudo tem um começo...

Descobri o mundo dos blogs há pouco tempo, na verdade, eu nem tinha curiosidade, na net só pra estudar, bate-papo no msn, orkut e ler as notícias do Brasil e do Mundo.

Ixiii!! Agora que descobri o quanto é bom "ver e conhecer" pessoas de todos os cantos, me encantei e não consigo ficar sem dar uma espiada em alguns blogs que me inspiram...

Não tenho jeito com agulhas, linhas, tintas, mas adoro transformações, ver o que é bonito, ler coisas inteligentes, que me fazem refletir.

O primeiro blog que vi e adorei foi o Dona House, depois participei de um concurso no Sala da La e até ganhei presente (e adorei!!), daí pra ir conhecendo outros foi um pulo.



O nome desse blog foi minha filha quem escolheu e eu gostei, gostei mesmo... rsrs



Vamos ver no que vai dar...